Luca Zai, governador de Vêneto, disse que evento segue programado à medida que a disseminação do novo coronavírus diminui no país.

Funcionário trabalha na montagem do Festival — Foto: Reuter
Funcionário trabalha na montagem do Festival — Foto: Reuter

O Festival de Cinema de Veneza ocorrerá conforme o planejado, no início de setembro, disse o governador da região que cerca a cidade italiana, Luca Zaia, neste domingo, à medida que a disseminação do novo coronavírus diminui no país.

Organizado pela empresa Bienal de Veneza, o festival de cinema da cidade italiana é o mais antigo do mundo. Em janeiro, foi anunciado que Cate Blanchett comandaria sua 77ª edição.

Devido à interrupção da indústria cinematográfica em todo o mundo para limitar a propagação do vírus, o festival provavelmente terá um número menor de filmes exibidos, disse Zaia, que também é membro do conselho da Bienal de Veneza.

O Festival de Cannes, o maior do mundo, foi forçado a adiar sua última edição em maio por causa da epidemia.

A Itália planeja suspender todas as restrições de viagens a partir de 3 de junho e os viajantes dos países da União Europeia poderão entrar no país sem ter que cumprir quarentena.