Irmã Fausta morreu aos 98 anos, no último final de semana, em Vila Velha. 'Tive o privilégio na minha vida de desfrutar do carinho e do amor dela', disse o cantor.

Freira que ensinou Roberto Carlos a ler e escrever morreu e ganhou homenagem do cantor — Foto: Reprodução/Instagram
Freira que ensinou Roberto Carlos a ler e escrever morreu e ganhou homenagem do cantor — Foto: Reprodução/Instagram

A irmã Fausta, freira que ensinou Roberto Carlos a ler e escrever durante a infância dele em Cachoeiro de Itapemirim, no Espírito Santo, cidade natal do cantor, morreu no último domingo (14) em Vila Velha, na Grande Vitória.

Na noite desta terça (16), o cantor usou a rede social para homenagear a religiosa e falou da amizade dos dois, que se manteve desde a infância.

“Minha querida Irmã Fausta é uma pessoa muito importante na minha vida. Foi minha professora no colégio Jesus Cristo Rei em Cachoeiro e desde então sempre vi nela uma pessoa muito especial, dedicada e ficamos inclusive amigos durante todos esses anos”, disse Roberto.

Roberto Carlos postou fotos com Fausta em duas épocas diferentes — Foto: Reprodução/Roberto Carlos
Roberto Carlos postou fotos com Fausta em duas épocas diferentes — Foto: Reprodução/Roberto Carlos

O artista contou sobre um presente que ganhou de Fausta, um medalhão que usou por muitos anos, inclusive em capas de discos.

“O medalhão com a imagem de Jesus que carreguei no peito por muitos anos foi dela. Ganhei na década de 60. Fazia parte do hábito que ela usou por 25 anos e quando a congregação resolveu mudar ela me presenteou. Ela também me deu de presente a réplica do medalhão, em tamanho menor, que eu uso até hoje”, explicou.

O “Rei” postou fotos com Fausta em duas épocas diferentes e terminou o texto declarando seu amor por ela.

“Quem a conheceu sabe que ela levava uma vida santa e eu tive o privilégio na minha vida de desfrutar do carinho e do amor dela. Eu também a amo muito”, relatou.