Foto: Jazzie Moyssiadis / Divulgação
Foto: Jazzie Moyssiadis / Divulgação

♪ Tim Bernardes sempre foi admirador do som indie-folk-barroco da banda norte-americana Fleet Foxes, incensada na cena alternativa. Vocalista e compositor desse grupo criado em 2006 em Seattle (EUA), Robin Pecknold parece retribuir a admiração desde que conheceu o som do grupo paulistano O Terno e o álbum solo de Bernardes.

Dentro desse contexto, a participação de Tim Bernardes no quarto álbum da banda – Shore, lançado na terça-feira, 22 de setembro – chega a soar previsível. O cantor, compositor e músico paulistano interpreta a parte em português da canção Going-to-the-sun-road.

“A estrada do sol / O começo de tudo / E as nuvens que agora se afastam / Mostrando um caminho que está sempre lá / E que é qualquer lado que a gente quiser caminhar”, canta Bernardes em português, ao fim da gravação produzida pelo próprio Robin Pecknold.

“Fiquei até meio descrente quando o Robin Pecknold me convidou pra cantar em uma faixa (do álbum Shore). Afinal, quem me conhece sabe que eu sempre achei ele dos grandes do nosso tempo – especialmente por quão atemporal a música pode e consegue ser. Tem um tipo de devoção e entrega que eu sinto por música que às vezes identifico em alguns artistas pelo mundo e pelo tempo. Acho que os Fleet Foxes compartilham desse tipo de entrega”, celebrou Bernardes em texto publicado em rede social do artista paulistano.

O nome de Tim Bernardes aparece entre os artistas relacionados por Robin Pecknold no texto em que cita influências musicais ao apresentar o álbum Shore, idealizado e gravado durante a pandemia do covid-19. João Gilberto (1931 – 2019) e Tim Maia (1942 – 2018) também figuram na lista do vocalista da banda Fleet Foxes.